full screen background image
Search
quarta, 17 janeiro 2018
  • :
  • :

Ouça ou Baixe o hino da 13ª Região Tradicionalista:


A 13ª Região Tradicionalista (13ª RT), com sede em Santa Maria, conta atualmente com 89 entidades filiadas.
É composta pelos seguintes municípios: Agudo, Dilermando de Aguiar, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Itaára, Ivorá, Nova Palma, Paraíso do Sul, Restinga Seca, Santa Maria, São João do Polesine, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, São Sepé, Silveira Martins e Vila Nova do Sul.

Patrono dos Festejos Farroupilhas

Zeno Dias Chaves

Festejos Farroupilhas/ 2016, em âmbito estadual, já tem o seu Patrono. Zeno Dias Chaves, ou ‘Tio Zeno’ como é conhecido no meio tradicionalista foi anunciado, nesta semana, pela comissão dos festejos farroupilhas. Ele que completou 89 anos, na terça-feira, dia 12, é gaúcho do interior de Caçapava do Sul, da Fazendo Cerro Colorado, distrito de Seival.

Casado com Isaura Ferreira Chaves, com quem teve três filhos que lhe deram sete netos e ainda três bisnetos. Iniciou as atividades em 1949, no primeiro encontro com os ex-colegas Antônio Candido Silva Neto, Luiz Carlos Correa da Silva, Robis Pinto, entre outros. Este encontro ocorreu na esquina das ruas da Praia com Borges de Medeiros, tendo ali a informação do que Paixão Cortes e Barbosa Lessa estavam fazendo e por estes caminhos da tradição, os três seguiriam.

Em Caçapava do Sul, Zeno Dias Chaves, é sócio fundador do CTG Sentinela dos Cerros, onde foi patrão, diretor cultural e artístico e membro de outras patronagens por várias vezes. Sócio-fundador e benemérito do CTG Clareira da Mata, CTG Sentinela do Forte, CTG Heróis do Seival, PL Guarda Velha, PL Os Maragatos, CTG Pampa e Querência e também sócio-fundador do CTG Família Nativista. Participou da criação de departamentos tradicionalistas em 11 colégios do município de Caçapava do Sul.

Em 1977, foi eleito para o Conselho Diretor do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), onde permaneceu por dez anos, intercalando para ser Coordenador Regional da 18ª Região Tradicionalista em 1980/81.

De 1987 a 1989 foi presidente do MTG e Fundação Cultural Gaúcha (FCG). Neste período, destacam-se as seguintes criações:

– Criação do Departamento Jovem

– Criação da Festa Campeira do Rio Grande do Sul
– Criação de um departamento cultural, atuante
– Agilizou a criação da Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha (CBTG), onde foi o 1º  vice-presidente. Após criada a CBTG foram escolhido 12 patronos, sendo três de cada Estado: Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. No RS, Zeno Dias Chaves foi escolhido juntamente com José Theodoro Belaguarda de Menezes e Nei Zardo.
– Em 1990 ficou mais um ano no Conselho Diretor, após passou a Conselheiro Vaqueano e Benemérito do MTG. Ainda, neste mesmo ano, foi Patrono da 18ª RT.

 

Zeno Chaves, que tem dois livros editados e mais oito a serem editados, também foi patrono da 10ª Feira do Livro de Caçapava do Sul, em 2000. Ministrou cursos sobre História e Tradição para alunos de escolas públicas e continua fazendo palestras. Gravou vários seriados e documentários para a TV Globo, RBS, Canal Futura, TV Pampa, Record e TVE, falando sobre a história do Rio Grande do Sul, seus usos e costumes. Foi criador e hoje presidente a Comissão do Projeto do Rio Camaquã e sua história, que envolve 14 municípios da região.
Comendas recebidas:
– Negrinho do Pastoreio – Governo do Estado do Rio Grande do Sul
– Medalha Barbosa Lessa – MTG
– Bento Gonçalves e Charrua – Caçapava do Sul

Participou de 33 dos 64 Congressos Tradicionalistas Gaúchos já realizados
– De  quatro Congressos Tradicionalistas Brasileiros
– De cinco Congressos Tradicionalistas Internacionais presidindo, ainda, o terceiro
– De 20 Convenções Tradicionalistas.

– Participou em 18 cavalgadas, conduzindo a Chama Crioula pelo Rio Grande

* Coincidências, à parte, Zeno Chaves completou 89 anos, no dia 12, juntamente com Paixão Cortes. Ao seu lado, e também amigo de Barbosa Lessa, o gaúcho nascido no interior de Caçapava do Sul, na Fazendo Cerro Colorado, distrito de Seival, também foi amigo de Barbosa Lessa.